English plantillas curriculums vitae French cartas de amistad German documentales Spain cartas de presentación Italian xo Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

sábado, 30 de julho de 2011

DESCUBRA O ESSENCIAL...


Que a cada dia você possa descobrir: a beleza que é essencial aos olhos;
A honestidade que é essencial ao caráter;
A perseverança que é essencial ao caminhar;

A alegria que é essencial à felicidade;
A confiança que é essencial ao sucesso;

A paz que é essencial ao espírito;
A caridade que é essencial ao amor;

O amor que é essencial à alma;
A nobreza da alma que é essencial à partilha;

A fé que é essencial à esperança;
O silêncio que é essencial para ouvir Deus;
Deus, que é essencial à vida.

Que a cada dia você possa descobrir novos horizontes, visualizando a manifestação do amor de Deus.

Que seus dias sejam iluminados e abençoados!!!

                Créditos à Rosemary de Ross

Nada se cria. Tudo se transforma e se diferencia!


Somos uma nação privilegiada pelo fato de possuirmos um leque de opções no que diz respeito: a recursos naturais e uma variedade imensa de técnicas em manualidades em que cada artesão pode se identificar e se dedicar.
 
Com o auxílio de uma máquina de costura podemos ponto a ponto, realizar trabalhos magníficos que vai de uma peça de roupa, a um acabamento bem elaborado...


 Com uma agulha seja ela de crochê, de tricô ou agulha mágica auxiliada por uma linha podemos fazer encantos...


Seja com papel, tecido, biscuit ou EVA... podemos fazer com que nossa imaginação flua, como se fosse nuvens, nuvens de algodão doce... personalizados em scrapbook, encadernação, bonecas ou flores que reproduzem a natureza...

 
Nesse emaranhado de fitas e gregas... seja de voal ou de veludo; nessa miscelânea de zíperes de tamanhos variados... sejam eles metálicos ou de nylon...

Encontramos um portal que contém cortinas esvoaçantes em que nós, artesãos brasileiros, adentramos, recebemos e nos tornamos companheiros íntimos de uma criatividade sem limites que nos permitem realizar a mezcla de várias técnicas em uma peça artesanal tornando essa peça única com um diferencial impactante no mercado.

Esse diferencial agregado ao produto é muito importante, pois confere ao artesão o reconhecimento de seu trabalho... chegando a esse patamar não faltará oportunidade para que o artesão possa expressar o seu contentamento através de um sorriso e então ele possa dizer: Foi eu que fiz!!!
                                                Débora Dias
 




quinta-feira, 28 de julho de 2011

O AMOR...


O amor realmente transforma corações, muda atitudes, abraça a indulgência, modificando o comportamento das pessoas. Traz consigo a paz, equilibrando nossas decisões, tornando-nos inclusive, mais felizes e agradáveis.
O amor tem diversas maneiras de se manifestar: o tratar bem aos semelhantes, sendo o semelhante um ser humano, um animal ou um vegetal, dá vez à solidariedade, às formas generosas de ser e construir a vida sem egoísmo, abrindo o coração para aquilo que faz bem e motiva a vida.
O amor entre pais e filhos que sobrevive à diferença de idéias, o carinho de uma mãe abraçando e amando seus filhos, a atenção aos nossos avós que tanto têm a nos ensinar. Precisamos saber escutar para aprimorarmos nossos conceitos, comparando fatos e ensinamentos.
Há ainda o amor entre um homem e uma mulher, o gesto simples de cortejar a pessoa amada com um poema, uma canção, ou uma palavra de confiança e afeto, um doce olhar que fala mais que muitas palavras, afinal, o amor é a síntese das mais belas manifestações que possamos imaginar.
O amor não cansa, não é monótono, não causa desânimo e não é descartável. Quem ama, sorri para o mundo, encontra sempre motivação para criar, para dar espaço à vida e a simplicidade é a tônica desta verdade, bonita e sedutora como uma romântica canção.
O amor dá espaço para a saudade para rememorarmos o que vivenciamos na plenitude de nossos sonhos, os nossos anseios, a nossa realização. A música, por exemplo, abre-me as portas para a realização.
Com as vestes do amor o coração se emociona, cativa, inspira confiança, seduz até os que detêm na alma os mais empedernidos sentimentos. O amor é suave como a brisa das manhãs, como a chuva que molha a relva e assemelham-se a lágrimas que caem do céu emocionadas ou apaixonadas – dando vez aos poetas.
Com o amor, nós sempre ficamos na expectativa de cativar corações, de aguardar que alguém possa se emocionar e dizermos, sem receio, à luz de todas as certezas... eu gosto de você ou quem sabe, eu... te amo!
Há algo mais bonito que o amor???

                                                  Créditos à Gilberto Pinheiro

quarta-feira, 27 de julho de 2011

ACREDITE!


Nossa visão do mundo é muito limitada. Mesmo nossos sonhos mais longínquos não nos permitem ir além quando nosso eu está ferido.
Quando tudo vai mal, quando não conseguimos acrescentar uma gota sequer de solução aos nossos problemas, começamos a ver o mundo como se fosse cinza, como se tivéssemos o poder de ir apagando toda a beleza que está espalhada à nossa volta.
A questão nem é ser negativo, pois uma pessoa negativa o será sempre, mas é de ir deixando aos poucos de acreditar que algo possa ser mudado, simplesmente porque o tempo é interminável quando sofremos ou esperamos alguma coisa que tarda a chegar, ou ainda quando tomamos as dores dos outros acompanhando o momento do mundo.
Mas mesmo quando estiver cinza, quando as possibilidades de saída te parecerem como muros altos e intransponíveis, continue acreditando! Não deixe a peteca cair!
Eu garanto que quando você se mantiver em movimento para construir alguma coisa, a esperança vai estar no seu caminho como uma vela acesa iluminando sua passagem.
As esperanças só morrem quando morremos em nós, quando deixamos de acreditar que a vida é esse monte de vivências, às vezes, contraditórias, doloridas e belas ao mesmo tempo.
Jamais permita que a tristeza tenha símbolo do seu nome! Que ela venha quando não puder evitá-la, mas que fique justo o tempo necessário para ensinar alguma coisa. Pare um pouquinho e olhe a natureza: ela nunca desiste!
As estrelas continuam brilhando apesar dos vendavais que agitam as nuvens.
A solidão, às vezes, é benéfica quando nos faz refletir sobre nosso eu e nossas razões de vida. Mas não deve ser uma companheira inseparável que nos isola do mundo. Há mãos estendidas na nossa direção. Sempre há! Só não vemos quando olhamos pra trás ou quando fechamos os olhos.
Mesmo quando não acreditamos em mais nada, Deus continua acreditando em nós. E Ele renova nossas forças, nos sustenta, nos mantém de pé, ainda se nossos joelhos se dobram e nos sentimos incapazes de continuar.
O importante é continuar essa aventura da vida, sem baixar os braços, sem baixar a cabeça. Temos todo o direito de cair, mas temos o dever de resistir.
Ainda que a lua se consuma e o sol desapareça, que o infinito se desfaça e a terra se perca, há esperança para cada um de nós. Eu acredito!!!

                                           Créditos à Letícia Thompson

terça-feira, 26 de julho de 2011

TENHA FÉ...

A fé começa na crença em seu coração de que o que é certo tem chance.
A fé é saber de coração que o bem pode superar o mal, que o sol pode brilhar no meio da tempestade.
A fé é tranqüila e reconfortante, porque vem de dentro, onde ninguém pode invadir nossos sonhos.
A fé não é algo que você pode exigir ou comandar: é o resultado do compromisso com a crença.
A fé é acreditar em algo que você não pode ver ou ouvir, algo bem profundo que só você entende e só você controla.
A fé é confiar em Deus o suficiente para saber que não importa o que acontecer, você fará a sua melhor parte, ou seja, você fará todo o possível - porque a partir das impossibilidades é que Deus mostra do Seu Poder!!!

Créditos à Beth F. Quinn
Adaptações: Débora Dias

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Amar, verbo intransitivo

      
“Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração parar de funcionar por alguns segundos, preste atenção: pode ser a pessoa mais importante da sua vida.

Se os olhares se cruzarem e, neste momento, houver o mesmo brilho intenso entre eles, fique alerta: pode ser a pessoa que você está esperando desde o dia em que nasceu.

Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante, e os olhos se encherem d’água neste momento, perceba: existe algo mágico entre vocês.

Se o primeiro e o último pensamento do seu dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração, agradeça: Deus te mandou um presente divino – o amor.

Se um dia tiverem que pedir perdão um ao outro por algum motivo e em troca receber um abraço, um sorriso, um afago nos cabelos e os gestos valerem mais que mil palavras, entregue-se: vocês foram feitos um para o outro.

Se por algum motivo você estiver triste, se a vida te deu uma rasteira e a outra pessoa sofrer o seu sofrimento, chorar as suas lágrimas e enxugá-las com ternura, que coisa maravilhosa: você poderá contar com ela em qualquer momento de sua vida.

Se você conseguir em pensamento, sentir o cheiro da pessoa como se ela estivesse ali do seu lado...

Se você acha a pessoa maravilhosamente linda, mesmo ela estando de pijamas velhos, chinelos de dedo e cabelos emaranhados...

Se você não consegue trabalhar direito o dia todo, ansioso pelo encontro que está marcado para a noite...

Se você não consegue imaginar de maneira nenhuma, um futuro sem a pessoa ao seu lado...

Se você tiver a certeza que vai ver a outra envelhecendo e, mesmo assim tiver a convicção que vai continuar sendo louco por ela...

Se você preferir morrer antes de ver a outra partindo: é o amor que chegou na sua vida.

É uma dádiva.

Muitas pessoas apaixonam-se muitas vezes na vida, mas poucos amam ou encontram um amor verdadeiro.

Ou às vezes encontram e, por não prestarem atenção nesses sinais, deixam o amor passar, sem deixá-lo acontecer verdadeiramente.

É o livre arbítrio.

Por isso, preste atenção nos sinais - não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixem cego para a melhor coisa da vida: o amor.”


                                    Carlos Drummond de Andrade

domingo, 24 de julho de 2011

SER PROFESSOR... SER MESTRE...


Tarefa que exige abnegação,
tarefa que é feita com o coração!
Nos dias cansados, nas noites de angústia,
nas horas de fardo, de tamanha luta,
chegamos até a questionar:
Será, Deus, que vale a pena ensinar?
Mas bem lá dentro responde uma voz,
a que nos entende e fala por nós,
a voz da nossa alma, a voz do nosso eu:
- Vale sim, coragem!
Você ensinando, aprende também.
Você ensinando, faz bem a alguém,
e vai semeando nos alunos seus,
um pouco de PAZ e um tanto de Deus!

sábado, 23 de julho de 2011

ORAÇÃO DO ARTISTA

Senhor ! Tu que é o maior dos artistas, fonte das mais belas inspirações, abençoa o meu talento e as minhas obras. 
Maravilhoso é o dom que me deste na louvada missão de servir-te com alegria e de exercer o meu trabalho com amor e dedicação. Por isso, agradeço-te por permaneceres sempre comigo. 
Mesmo incompreendido ou diante de desafios, quero sustentar em minha vocação a energia de vencer e realizar meus projetos no imenso cenário da vida. 
Dá-me equilíbrio entre a razão e a emoção, humildade e sabedoria para me aperfeiçoar. Inspira-me, ó Mestre, à criação do novo e do belo. 
Protege também todos os artistas em suas carreiras e gêneros. 
Faze com que minhas obras contribuam para a construção de teu reino e que eu prospere, seguindo teus desígnios, pelos caminhos gloriosos da arte.
 
                                   Créditos à Valéria Soares.

Voe sempre mais alto!

Um jovem piloto experimentava um monomotor muito frágil, uma daquelas sucatas usadas na segunda guerra mundial, mas que ainda tinha condições de voar.

Ao levantar vôo, ouviu um ruído vindo debaixo de seu assento. Era um rato que roia uma das mangueiras que dava sustentação para o avião permanecer nas alturas. Preocupado, pensou em retornar ao aeroporto para se livrar do seu incômodo e perigoso passageiro, mas lembrou-se de que devido à altura o rato logo morreria sufocado.

Então voou cada vez mais alto e notou que os ruídos que estavam colocando em risco sua viagem tinham acabado, conseguindo assim fazer sua arrojada aventura ao redor do mundo, que era seu grande sonho...

Moral da história:

Se alguém ameaçá-lo, voe cada vez mais alto...

Se alguém criticá-lo, voe cada vez mais alto...

Se alguém tentar destruí-lo por inveja e fofocas, voe cada vez mais alto...
e por fim, se alguém cometer alguma injustiça com você, voe cada vez mais alto...

Sabe por quê? Ameaçadores, críticos, invejosos e injustos são iguais aos "ratos" - não resistem às grandes alturas.

                                                                                    Autor Desconhecido
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...